Blog que pretende abordar assuntos do quotidiano que nos rodeia.
25 de Fevereiro de 2009

 

Tive conhecimento através da Rádio Terra Nova  que finalmente irá ser requalificado o IC2 junto a Albergaria.

"Após mais de uma década a reivindicar a construção de passagens desniveladas no IC2, em Albergaria-a-Velha, e a melhoria das ligações daquela via à Zona Industrial, através da Variante do Sobreiro, a EP-Estradas de Portugal publicou, em Diário da República de 23 de Fevereiro, o concurso público para a concretização deste projecto. A empreitada, com um preço base de 10 milhões de euros, vai permitir ordenar o trânsito numa das estradas mais movimentadas do País, fomentando a articulação com a rede viária municipal.

O troço abrangido por esta intervenção tem início após o nó com a A25, segundo uma orientação Sul/Norte, numa extensão aproximada de 4.506 metros, e termina junto à Zona Industrial. Estão previstos seis nós de ligação à rede viária existente, nomeadamente quatro rotundas e um nó desnivelado (nó de Albergaria Norte). No nó com a EN 16 está prevista a substituição do entroncamento de acesso a Valmaior por uma rotunda.

Esta intervenção vai, ainda, melhorar significativamente as acessibilidades à zona da Senhora do Socorro e ao Reguinho, beneficiando de novas vias que garantem melhores opções e mais segurança.

Faz também parte da presente empreitada a beneficiação de aproximadamente 1.200 metros da Variante ao Sobreiro e a implantação de duas rotundas que estabeleçam a ligação à Zona Industrial, uma junto à Volvo e outra junto ao restaurante Vista Alegre.

Finalmente, vão ser executadas uma Passagem Inferior, uma Passagem Superior, sobre o Caminho-de-ferro, e o alargamento de outra já existente, além da construção de três Passagens Superiores para Peões."

Após tanto tempo de espera, é imperioso que a solução a implementar seja a mais correcta, para segurança de moradores, peões e condutores.

publicado por pmaa às 23:48
17 de Fevereiro de 2009

 

 

 

A freguesia de Ribeira de Fráguas tem a partir de hoje em funcionamento  a sua Rede de Drenagem de Águas Residuais, com a entrada em funcionamento pelas 14:30 da estação elevatória do Gavião.

Investimento sem dúvida necessário que só peca por tardio, sendo a última freguesia do município de Albergaria-a-Velha a ter em funcionamento a sua Rede de Drenagem de Águas Residuais.

Espera-se que a população possa aderir a esta rede a custos aceitáveis, por forma a melhorar as condições a nível ambiental, principal recurso desta freguesia.

publicado por pmaa às 13:34
13 de Fevereiro de 2009

 

Foram divulgados hoje pelo INE os dados relativos ao 4º trimestre de 2008.

"A Estimativa Rápida do Produto Interno Bruto (PIB) aponta para uma diminuição de 2,1% em volume no 4º trimestre de 2008 face ao período homólogo, o que compara com a variação de 0,5% registada no trimestre anterior. O PIB no 4º trimestre de 2008 terá registado uma variação de -2,0% face ao trimestre precedente.
Esta contracção do PIB no 4º trimestre resultou dos contributos negativos da procura interna, com particular intensidade ao nível do Investimento, e da procura externa líquida, tendo-se registado uma diminuição expressiva das Exportações de Bens e Serviços.
Para o conjunto do ano 2008, o PIB terá registado uma variação nula em volume."
 

Também foram divulgados os dados relativos à inflação relativamente a Janeiro de 2009.
"O Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma taxa de variação homóloga de 0,2%, seis décimas de ponto percentual (p.p.) inferior ao valor observado em Dezembro de 2008. A variação mensal foi de -0,7% (-0,5% em Dezembro de 2008 e -0,1% em Janeiro de 2008). A variação média dos últimos doze meses diminuiu 0,2 p.p. para 2,4%.
O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 0,1%, sete décimas de p.p. inferior ao valor do mês anterior. O IHPC apresentou uma variação de -0,9% entre Dezembro de 2008 e Janeiro de 2009. A taxa de variação média dos últimos doze meses diminuiu para 2,4%."
 

Os números são reais, já não são previsões.

Pura realidade.

 

publicado por pmaa às 19:16
12 de Fevereiro de 2009

 

Foi publicado no JN um texto de Mário Crespo que merece ser aqui publicado.

"Façamos de conta que nada aconteceu no Freeport. Que não houve invulgaridades no processo de licenciamento e que despachos ministeriais a três dias do fim de um governo são coisa normal. Que não houve tios e primos a falar para sobrinhas e sobrinhos e a referir montantes de milhões (contos, libras, euros?). Façamos de conta que a Universidade que licenciou José Sócrates não está fechada no meio de um caso de polícia com arguidos e tudo.

Façamos de conta que José Sócrates sabe mesmo falar Inglês.

Façamos de conta que é de aceitar a tese do professor Freitas do Amaral de que, pelo que sabe, no Freeport está tudo bem e é em termos quid juris irrepreensível.

Façamos de conta que aceitamos o mestrado em Gestão com que na mesma entrevista Freitas do Amaral distinguiu o primeiro-ministro e façamos de conta que não é absurdo colocá-lo numa das "melhores posições no Mundo" para enfrentar a crise devido aos prodígios académicos que Freitas do Amaral lhe reconheceu.

Façamos de conta que, como o afirma o professor Correia de Campos, tudo isto não passa de uma invenção dos média.

Façamos de conta que o "Magalhães" é a sério e que nunca houve alunos/figurantes contratados para encenar acções de propaganda do Governo sobre a educação.

Façamos de conta que a OCDE se pronunciou sobre a educação em Portugal considerando-a do melhor que há no Mundo.

Façamos de conta que Jorge Coelho nunca disse que "quem se mete com o PS leva". Façamos de conta que Augusto Santos Silva nunca disse que do que gostava mesmo era de "malhar na Direita" (acho que Klaus Barbie disse o mesmo da Esquerda).

Façamos de conta que o director do Sol não declarou que teve pressões e ameaças de represálias económicas se publicasse reportagens sobre o Freeport.

Façamos de conta que o ministro da Presidência Pedro Silva Pereira não me telefonou a tentar saber por "onde é que eu ia começar" a entrevista que lhe fiz sobre o Freeport e não me voltou a telefonar pouco antes da entrevista a dizer que queria ser tratado por ministro e sem confianças de natureza pessoal.

Façamos de conta que Edmundo Pedro não está preocupado com a "falta de liberdade". E Manuel Alegre também.

Façamos de conta que não é infinitamente ridículo e perverso comparar o Caso Freeport ao Caso Dreyfus.

Façamos de conta que não aconteceu nada com o professor Charrua e que não houve indagações da Polícia antes de manifestações legais de professores.

Façamos de conta que é normal a sequência de entrevistas do Ministério Público e são normais e de boa prática democrática as declarações do procurador-geral da República. Façamos de conta que não há SIS. Façamos de conta que o presidente da República não chamou o PGR sobre o Freeport e quando disse que isto era assunto de Estado não queria dizer nada disso.

Façamos de conta que esta democracia está a funcionar e votemos. Votemos, já que temos a valsa começada, e o nada há-de acabar-se como todas as coisas.

Votemos Chaves, Mugabe, Castro, Eduardo dos Santos, Kabila ou o que quer que seja. Votemos por unanimidade porque de facto não interessa.

A continuar assim, é só a fazer de conta que votamos."

 

publicado por pmaa às 23:02
06 de Fevereiro de 2009

 

Foi anunciado esta semana pelo Ministro das finanças que este ano as devoluções do IRS, para quem tenha direito, serão efectuados mais cedo, podendo ocorrer ainda em Abril quando nos anos anteriores a devolução acontecia em Agosto.

Esta é uma medida mais que justificada, que só peca por tardia e considerada como excepcional.

O IRS é descontado ao longo do ano e só no ano seguinte é feito o acerto.

Quanto mais cedo se devolver aos contribuintes o que foi descontado a mais, é de facto de toda a justiça.

 

publicado por pmaa às 22:16
04 de Fevereiro de 2009

 

Tive conhecimento através do JN , que enfermeiros do hospital de Águeda se deslocam ao domicilio dos pacientes.

Para já nas especialidades de oftalmologia e ortopedia, numa parceria da Câmara e o Hospital local.

É prestado o apoio de enfermagem pós operatório nas valências acima referidas, evitando que os utentes se desloquem ao Centro de saúde.

Ao contrário do que tem sido feito a nível central com a concentração de serviços, esta é uma forma saudável de estar próximo das populações.

É de facto um caminho a seguir, a aproximação da saúde às pessoas.

 

publicado por pmaa às 22:47
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
Posts mais comentados
últ. comentários
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Não são os moradores da Branca que não querem a Au...
q fotinha singela ! hehe
muito legal e interessante este blog, eu preciso p...
Olá ;)) parabéns pelo blog.
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Caríssimo,O Sempre a Produzir está de volta. Peço ...
PENA SEJA QUE OS INTERESSES E GUERRAS PESSOAIS SEJ...
A estação metro deve ser na rotunda que andam a fa...
Caro Webmaster de Sapo.pt,Nós realizamos um motor ...
subscrever feeds
links
blogs SAPO